Ondas que vêm e vão,

Sem saber onde parar.

Seguem sempre um rumo,

Sem os segredos do  mar contar!

 

Os mistérios que escondem.

Nem os poetas conseguem desvendar.

As ondas são como o vento,

Que seguem um destino,

Onde ninguém pode chegar.

 

Ondas que vêm e vão,

Balançando corações.

Horizontes perdidos.

Em tantas imensidões!

 

 Nelas existem encantos,

Onde músicos se põem a cantar.

Com toda essa beleza,

São os enfeites do mar! 

 

Ondas que vêm a vão,

Fazendo rebulias.

Gostaria de entender,

Como JESUS fez toda essa magia!
 


 

Clique na figura e
envie sua mensagem


 

Home

Voltar

Menu

E-mail

Criado em 10/02/2005